Audiência Pública discute qualidade de ensino na Fisioterapia e na Terapia Ocupacional

Vice-presidente do Crefito5, Glademir Schwingel; presidente do Crefito-8, Patrícia Rossafa Branco; presidente do Crefito-10, Sandroval Francisco Torres.

O vice-presidente do Crefito5, Glademir Schwingel, participou no dia 27 de julho da 1ª Audiência Pública de Ensino de Fisioterapia e Terapia Ocupacional dos Crefitos do Sul do Brasil. O debate foi promovido pelo CREFITO-8 (PR), com participação do CREFITO-10 (SC) e CREFITO-5 (RS). Além dos Regionais, participaram também representantes das secretarias de educação e de saúde do estado do Paraná.

O principal assunto discutido foi a qualidade na formação em saúde. Os debates giraram em torno da precariedade na formação via EAD e também sobre a qualidade existente na formação presencial. Ficou clara a necessidade de qualificação na formação dos profissionais, não só fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais mas em todas as áreas da saúde.

“O cenário é muito preocupante e não apoiamos o EAD da forma como a implantação está se constituindo. Não há nenhuma garantia de que se tenha uma formação de qualidade, o que viola o direito da população receber uma boa assistência tanto na Fisioterapia quanto na Terapia Ocupacional. Toda a sociedade deve estar atenta ao problema que está sendo criado, reivindicando sempre que haja qualidade na formação, que se refletirá em qualidade na assistência”, afirma o vice-presidente do Crefito5, Glademir Schwingel.

Vice-presidente do Crefito5, Glademir Schwingel; presidente do Crefito-8, Patrícia Rossafa Branco; presidente do Crefito-10, Sandroval Francisco Torres.