Conselho contribui para projeto de lei que inclui fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais nas equipes do IMESF

Reunião Vereador

O trabalho que o Crefito5 vem desenvolvendo com o objetivo de incluir os fisioterapeutas e os terapeutas ocupacionais nas áreas da atenção básica de saúde despertou o interesse do vereador Humberto Goulart.

O vereador e sua equipe pretendem incluir os fisioterapeutas na equipe básica multidisciplinar do IMESF – Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família, através de um projeto de lei. O presidente do Crefito5, Fernando Prati, foi recebido pela chefe de gabinete do vereador, Simone Domingues, no dia 15 de junho, para falar sobre o assunto.

O IMESF tem como Ação Estratégica à Saúde da Família a reorientação do modelo assistencial operacionalizada mediante a implantação de equipes multiprofissionais. O Instituto tem como objetivo, no âmbito da atenção primária do SUS, operar a rede integrada e articulada, sob a forma de promoção, prevenção e proteção da saúde coletiva e individual, e desenvolver ações que tragam benefícios e melhorias na qualidade assistencial oferecida à população.

A proposta do vereador Goulart é incluir profissionais fisioterapeutas nessas equipes multidisciplinares que atuam em locais específicos, contando com o apoio dos agentes de saúde, através de visitas na residência dos usuários. “Cada vez mais entendemos que o fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional são profissionais que precisam estar em contato com os pacientes. A atenção básica de saúde é uma ótima forma de incluir o profissional nessa realidade”, afirmou o presidente do Crefito5, Fernando Prati.

Prati explicou à Simone o trabalho desenvolvido pelos terapeutas ocupacionais, sinalizando que seria importante também a inclusão desse profissional na equipe, a fim de oferecer um serviço ainda mais qualificado para os usuários.

Segundo a chefe de gabinete, a reunião é um primeiro passo para buscar a aprovação do projeto. “Achamos importante contar com o apoio da classe profissional no processo de construção desse projeto. Precisamos respeitar os profissionais e ouvir quais são as necessidades e possibilidades de atuação dentro da nossa proposta”, afirmou Simone.

O presidente do Conselho ressaltou que projetos dessa natureza trazem inúmeros benefícios para a população, além de reduzir custos com remédios e cirurgias. O Crefito5 enviará para o gabinete do vereador Humberto Goulart o material solicitado para embasar o projeto de lei. “Daremos todo o apoio necessário para que essa proposta seja protocolada e enviada para aprovação. Entendemos que é mais uma forma de promover as nossas profissões diante da sociedade como um todo e aproximar o fisioterapeuta e o terapeuta ocupacional da população”, finalizou Prati.