Crefito5 participa de audiência no Ministério Público do Rio Grande do Sul

Promotoria

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 5ª Região, na figura de seu presidente, Fernando Prati, foi chamado pela Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos de Porto Alegre para colaborar em audiência realizada no dia 20 de julho, com o objetivo de investigar os serviços de fisioterapia vinculados ao SUS em Porto Alegre e os referenciais na região de saúde. Além do presidente, participaram da audiência a coordenadora do Departamento de Fiscalização do Crefito5, Simone Campani, e o fiscal Ricardo Mahr.

A promotora de justiça Liliane Dreyer da Silva Pastoriz, solicitou o auxílio do Conselho na divulgação de um novo chamamento público que será feito para clínicas de fisioterapia que tenham interesse em ser conveniadas do SUS, orientando os profissionais com relação à documentação necessária e dando o apoio técnico e jurídico àqueles que desejam habilitar-se.

A promotora sugeriu ainda que o Crefito5 ingresse com ação judicial para garantir fiscalização em todos os locais onde há atuação de profissionais de fisioterapia, garantindo assim que a sociedade esteja sendo atendida por profissionais habilitados. Também foi discutida a possibilidade de realizar fiscalizações conjuntas com a Secretaria Municipal da Saúde. Para o Conselho Municipal de Saúde, essa parceria é muito importante para medir a qualidade dos serviços oferecidos.