Crefito5 insiste no cumprimento da RDC7 no Conselho Estadual de Saúde

images

A representante do Crefito5, Gestão Aproximar, no Conselho Estadual de Saúde (CES), Vera Leonardi, apresentou para os membros do Conselho os dados referentes a obrigatoriedade de profissionais de fisioterapia e terapia ocupacional nas UTIs do Rio Grande do Sul.

Na oportunidade, foi colocado que o Estado não tem ingerência sobre os trabalhadores nas UTIs, mas fornece bens para estruturar o serviço e que o serviço de regulação de leitos no estado apresenta falhas por diversos motivos, seja por informação tardia ou falta de informações ao sistema. Segundo o CES, o sistema provado deve ser complementar ao SUS e não o inverso.

O Conselho Estadual de Saúde encaminhou um ofício para a Secretaria Estadual de Saúde solicitando dados quanto ao número de profissionais intensivistas por categoria profissional atualmente nas equipes que atendem o SUS no RS. A ideia é cruzar os dados obtidos com a gestão e os profissionais instensivistas no RS para avaliar melhor as limitações quanto à qualificação e o número de leitos de UTI no RS.