Crefito5 promove curso sobre CIF e agrada profissionais

CIF1


Em menos de duas horas as inscrições para o curso “Conhecendo a CIF”, promovido pelo Crefito5 nos dias 2 e 3 de setembro no Hotel Coral Tower, se encerraram. Segundo a diretora secretária e coordenadora da Comissão de Educação do Conselho, Mônica Thomé, foram disponibilizadas apenas 30 vagas em função do caráter formativo e de capacitação do curso. “Nosso objetivo era passar o máximo de informações e capacitar os profissionais participantes para lidar com a CIF no dia a dia”, afirmou.

O professor Mário Battisti, terapeuta ocupacional mestre em filosofia, consultor para a implantação da CIF e coautor de um aplicativo facilitador da utilização da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde, afirmou na abertura do curso que o conteúdo era intenso e de grande importância para os profissionais. “A CIF é uma ferramenta de grande valor no diagnóstico situacional e é uma ferramenta de informação para o sistema de gestão pública”, afirmou.

A Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) é um instrumento criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), lançado em 2001. É uma ferramenta de referência que fornece dados de funcionalidade e incapacidade, podendo ser aplicada como ferramenta clínica, estatística, pedagógica e de políticas públicas.

O curso foi dividido em dois momentos, prático e teórico, onde foi possível que os participantes entendessem porque a ferramenta foi criada, como utilizá-la em situações de prática clínica e como criar bancos de dados sobre a saúde e a função das pessoas, seja em situação de saúde, na prevenção ou em caso de doenças.

Segundo o fisioterapeuta Diego Diehl, o curso foi interessante para aprender como utilizar a CIF no dia a dia. “O diagnóstico pela CIF deveria ser a forma como todo fisioterapeuta e terapeuta ocupacional elabora e informa a outros profissionais o seu diagnóstico. É uma ferramenta de fato muito válida que nós devemos aprender a utilizar”, afirma.

Para a fisioterapeuta Luciane Sarturi Antes, o curso foi uma oportunidade de aperfeiçoamento profissional. “Quero agradecer a toda equipe do Crefito5 envolvida no curso. Foi uma grande oportunidade de aperfeiçoamento profissional! Parabéns pela organização e escolha do profissional. Um curso de excelente qualidade, didática perfeita, grande aprendizado, organização impecável. Eu recomendo. Me sinto gratificada e acolhida pelo nosso Conselho!”, afirmou.

Os 30 participantes do curso foram convidados a cumprir seu papel social fazendo uma doação de 2 kg de alimentos não perecíveis. Os mais de 60 Kg arrecadados foram doados para o Banco de Alimentos de Porto Alegre.

O curso está previsto para acontecer ainda este ano em Caxias do Sul e Santa Maria.