Crefito5 promove encontro com profissionais de Santa Maria e região

IMG_3405

Planos de saúde, educação à distância, abertura de vagas no município e o fortalecimento das associações foram alguns dos assuntos que permearam o encontro com os profissionais que aconteceu em Santa Maria no dia 7 de agosto.

O presidente do Crefito5, Jadir Camargo Lemos, juntamente com o vice-presidente, Glademir Schwingel, a diretora secretária, Vera Elaine Maciel, e os conselheiros, Francisco Trindade de Lima, June Correa e Emilyn da Silva, receberam aproximadamente 80 profissionais no encontro que aconteceu na Faculdade Metodista Centenário na última quarta-feira.

A proposta era apresentar os projetos da nova gestão e abrir espaço para o diálogo, buscando conhecer as principais demandas da região e como auxiliar na busca por melhores condições de trabalho e maior reconhecimento e valorização.

Após breve apresentação sobre o funcionamento do Conselho e as propostas, Jadir enfatizou que a intenção com os encontros é buscar colegas que queiram se unir na busca por mais conquistas para as profissões. “A força da representação depende de cada profissional”, afirmou o presidente que falou ainda sobre a importância do fortalecimento das associações para que os resultados sejam alcançados.

Com o debate, foi pontada a necessidade de abertura de vagas para terapeuta ocupacional no município e a importância de ter representantes das profissões no Conselho Municipal de Saúde.

Jadir informou que a busca pela criação do cargo de terapeuta ocupacional já é antiga e está sendo retomada. “É uma luta que vem de muito tempo e vamos dar continuidade nesse processo! A proposta é conversar com os secretários de saúde e gestores para aumentar o número de vagas e ocupar os espaços pertencentes a fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais não só aqui em Santa Maria, mas em todo o estado”.

O conselheiro e membro da Comissão de Políticas Públicas, Francisco Trindade de Lima, falou sobre a ação que está sendo desenvolvida para conhecer a realidade do SUS e SUAS no Estado. “Estamos fazendo uma pesquisa para entender como estão as coisas dentro do Sistema para podermos, com dados relevantes, sensibilizar os gestores quanto à importância das profissões e como elas podem reduzir custos e aumentar a efetividade do serviço trazendo benefícios para a população”.

Sobre a representatividade no Conselho Municipal de Saúde, o vice-presidente falou que a participação dos profissionais independe de existir ou não um conselheiro do Crefito5. “É possível participar enquanto comunidade, pressionando e mostrando aos conselheiros a necessidade da criação de vagas, alertando sobre o desequilíbrio entre a necessidade da população e o número atual de profissionais”, completou.

Outro assunto trazido pelos profissionais foi a relação com as Operadoras de Planos de Saúde. Nesse momento, a conselheira June Correa ressaltou a importância da união entre os profissionais para conseguir alguma melhoria. “É preciso lembrar que antes de concorrentes, somos colegas de profissão. A nossa valorização passa pela união. Sem ela não teremos como melhorar a situação com os convênios. Precisamos aprender a valorizar o nosso trabalho e resgatar esse espírito corporativo pelo bem de todos”.

A educação a distância também foi uma preocupação apresentada pelos profissionais da região. Questionado sobre o posicionamento do conselho, o presidente afirmou que o Crefito5 acompanha o COFFITO em seu posicionamento, sendo contrário à graduação em EAD. “Acreditamos que essa formação a distância ocasionará um déficit na formação do profissional, que não terá a vivência e a experiência do contato com o paciente. A maior prejudicada com isso é a população, por isso, é preciso trabalhar muito na conscientização a respeito dos prejuízos”, afirmou Jadir.

Os próximos encontros acontecem no dia 14 de agosto em Caxias do Sul, 21 de agosto em Porto Alegre, e 29 de agosto em Rio Grande. Inscreva-se e participe!