Grupo de fisioterapia da Fehosul apresenta ao Ipergs propostas de Fisioterapia Hospitalar e Ambulatorial

fotofisioterapiahospitalar

O grupo de fisioterapia do Sistema Fehosul, representado por Jorge Nienow, presidente da Assofisio-RS, e o vice-presidente, Leonardo Kovalew, acompanhado do diretor-executivo da Fehosul, médico Flávio Borges, esteve reunido no dia 26 de setembro, com o diretor de saúde do Ipergs, médico Alexandre Escobar, e sua assessoria. Dois pontos importantes foram debatidos: a fisioterapia hospitalar e ambulatorial.

Em relação à fisioterapia hospitalar, foi apresentada uma proposta com valores remuneratórios baseados na Resolução Coffito nº 428, que estabelece o Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos (RNPF), revisando a remuneração atual, que tem como referências tabelas não pertinentes aos profissionais da área.

Quanto à fisioterapia ambulatorial, hoje sem cobertura pelo IPE-Saúde, foi apresentado um cálculo de demanda e impacto financeiro baseado em dados e orientações do Ministério da Saúde.

A direção médica da autarquia estadual mostrou-se sensível à argumentação apresentada e destacou a importância da fisioterapia na assistência integral de saúde aos beneficiários do plano. A direção médica comprometeu-se em estudar devidamente as propostas apresentadas, aventou alternativas que devem ser aprofundadas e reavaliadas em reunião que ocorrerá nos próximos 30 dias.

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 5ª Região, Gestão Aproximar, apoia a iniciativa e informa que está acompanhando o Projeto de Lei 159/2014, que busca a integração no IPE-Saúde de atendimentos médicos, hospitalares, fisioterapêuticos, terapêuticos ocupacionais, nutricionais, e os atos necessários ao diagnóstico e ao tratamento, bem como ações de prevenção da doença e à promoção da saúde.