Jovens profissionais e formandos de Santa Maria são acolhidos pelo Conselho

SM01

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 5ª Região acolheu no dia 1 de outubro, sábado, os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais recém-formados e acadêmicos formandos de Santa Maria e cidades próximas. O evento aconteceu no Hotel Continental e contou com a participação de mais de 30 pessoas.

A organização é da Comissão do Jovem Profissional, composta pela terapeuta ocupacional Ana Adorian e pelo fisioterapeuta Tarciso Santos, coordenada pela vice presidente, Lenise Hetzel, em parceria com a Comissão de Comunicação. O objetivo é aproximar os profissionais recém-formados do Conselho, levando algumas informações necessárias para o início da caminhada na profissão.

A primeira palestra contou com a participação do presidente do Crefito5, Fernando Prati. Abordando o tema “Autonomia Profissional”, Prati relatou sua trajetória e provocou os presentes com questionamentos como “O que eu quero pra mim?” e “O que é sucesso?”. O presidente falou sobre o papel do Conselho e sobre a missão assumida pela atual Gestão (2014-2018) de aproximar os profissionais e o Conselho. Além disso, mostrou a importância do planejamento, da perseverança, da superação e da determinação na construção da carreira.

Na palestra que dá nome ao evento, “Me formei. E agora?”, ministrada pelos colaboradores do Crefito5, Larissa Nichele, Fernando Melo e Leomar Lavratti, foram esclarecidas dúvidas sobre legislação, prontuários, solicitação de exames complementares, responsabilidade técnica, publicidade, anuidades, entre outras. Além disso, foi feita uma apresentação do funcionamento e da atuação do Conselho no Rio Grande do Sul. Os profissionais tiveram a oportunidade de esclarecer as mais diversas dúvidas com os colaboradores.

Após, foram apresentados pela relações públicas do Conselho, Fernanda Campos, os meios de comunicação do Crefito5, onde e como a instituição está inserida nas mídias, eventos promovidos para os profissionais e campanhas institucionais.

Ministrada pelo fisioterapeuta Mateus Petrucci, a palestra que abordou o tema marketing pessoal, atraiu a atenção dos presentes. Mateus falou sobre a importância de atribuir valor a sua imagem, promover ações planejadas e captar oportunidades. “É preciso pensar em marketing desde a formação. Ser visto não é o suficiente, é necessário entregar algo de valor para as pessoas”, afirmou. Postura profissional, imagem pessoal, manutenção da imagem, auto avaliação, planejamento e networking, também foram assuntos abordados na palestra.

Para encerrar a manhã, foram convidadas as terapeutas ocupacionais Amara Holanda e Bárbara Duarte, e o fisioterapeuta Gabriel Colpo, para falarem um pouco sobre sua trajetória profissional, no momento “Minha história na profissão”.

A terapeuta ocupacional Amara Holanda, iniciou parabenizando o Conselho por essas e outras iniciativas. Amara foi uma das responsável por divulgar e consolidar a Terapia Ocupacional em Santa Maria e afirmou que escolheu a profissão porque queria cuidar de pessoas. “Sempre busquei ser uma boa profissional. Amo a minha profissão e adoro participar da formação de outros profissionais como professora”, concluiu.

Bárbara Duarte, também terapeuta ocupacional, conheceu a profissão através de folhetos e sentiu que as atividades contemplavam o que ela queria. “Já participei de diversos projetos, atuei em hospitais e na universidade. Hoje meu objetivo é ajudar a fortalecer a profissão cientificamente e mostrar o nosso potencial de trabalho”, completou.

O fisioterapeuta Gabriel Colpo escolheu a profissão através de uma prima. Vinculou-se a projetos relacionados ao esporte e hoje atua nessa área, dentro de uma equipe multidisciplinar.

O professor Jadir Lemos, diretor da Associação dos Fisioterapeutas de Santa Maria, prestigiou o evento e afirmou sua satisfação em ver o local cheio de profissionais. “Gosto de conhecer os novos profissionais. Sinto muita satisfação em ver novos colegas aqui”, afirmou.

Para a terapeuta ocupacional recém-formada, Andreisi Anversa, o evento foi bastante válido, esclareceu dúvidas e aproximando o público do Crefito5, contribuindo dessa forma para o fortalecimento das profissões.