Decisão do Crefito5 recomenda que profissionais e empresas adotem valor mínimo para remuneração de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais

Logo Crefito5

Com base no Projeto de Lei encaminhado para a Secretaria de Planejamento e Governança do Estado do Rio Grande do Sul  o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Rio Grande do Sul após reunião de diretoria, atendendo as solicitações de vários profissionais, decide recomendar aos profissionais e empresas de Fisioterapia e Terapia Ocupacional que adotem o piso proposto no referido Projeto de Lei como referência salarial nas relações entre empregador e empregado.

Lembrando que esta recomendação serve como diretriz para os profissionais estabelecerem a relação contratual empregado e empregador. O Crefito5 vem  trabalhando para que a lei seja promulgada o mais breve possível.

A medida tem como objetivo a constante busca do Crefito5 – Gestão Aproximar pela valorização profissional, o respeito à dignidade e ao trabalho de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais.

Clique aqui e confira a decisão na íntegra.