TRF4 decide que treinamento funcional também é competência do fisioterapeuta

images

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 8ª Região – Paraná, obteve decisão favorável à Fisioterapia sobre o Treinamento Funcional após entrar com recurso contra a medida liminar que impediu o Conselho de realizar cursos sobre Treinamento Funcional, concedida ao Conselho Regional de Educação Física da 9ª Região.

A liminar foi suspensa após o voto do relator Des. Federal Ricardo Teixeira do Valle Pereira, que justifica que se não existe uma conceituação precisa do que seria um treinamento funcional, não é possível afirmar sem dúvidas que a atividade seja exclusiva de profissionais da educação física. Tudo vai depender da finalidade para a qual o treinamento funcional vai ser desenvolvido; se para fins de preparação física ou se para fins de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente.

A decisão, além de fortalecer o Sistema COFFITO/CREFITOs, garante aos profissionais da Fisioterapia o exercício pleno da profissão, com a devida autonomia, preservando também importante campo de trabalho.

Clique aqui para ler a decisão do TRF4 na íntegra.