Você sabia que clínicas de fisioterapia podem ter estacionamento temporário em frente ao estabelecimento?

estacionamento

A Lei 9.730 de março de 2005 está em vigor há 10 anos e mesmo assim, muitos fisioterapeutas ainda a desconhecem.

Criada a partir de uma preocupação com a locomoção e difícil acesso dos pacientes às centenas de clínicas existentes em Porto Alegre, a lei municipal propõe-se a amenizar as dificuldades das pessoas que apresentam algum tipo de alteração funcional, sejam elas ortopédicas, traumatológicas, neurológicas, reumatológicas, cardio-respiratórias, entre outras. O projeto foi idealizado pelo então fisioterapeuta Fernando Prati e proposto ao vereador Professor Garcia, que o levou adiante até sua aprovação.

De acordo com a lei, o limite máximo de permanência de veículos em frente a esses locais é de, no máximo, 15 minutos, e os espaços determinados para o estacionamento temporário e rotativo, terão o meio-fio pintado na cor regulamentar, contendo placa indicativa do fim a que se destina, apontando, inclusive, o tempo de permanência do veículo no local.

Os proprietários de clínicas que tiverem interesse em implantar o sistema em frente à sua clínica, devem fazer a solicitação para a EPTC através do telefone 156 ou comparecer à sede da empresa na Av. Érico Veríssimo, 100. A empresa fica responsável por sinalizar a área destinada ao estacionamento temporário de acordo com as regras determinadas na lei.